Plataforma Vibratória – nova onda do momento


  plataformaA Plataforma Vibratória ou Power Plate não é tão moderna como alguns podem pensar, já existia há alguns anos em diversos clubes de futebol do Brasil e do mundo, sendo muito utilizada em treinamento de atletas.

Atualmente também tem sido encontrada em clínicas de estética, de reabilitação e alguns estúdios e academias de ginásticas. Foi desenvolvida na União Soviética para utilização dos astronautas com a intenção de evitar a enorme degradação muscular e óssea, causada pela ausência de força gravitacional. Entretanto, seus efeitos estéticos ou de performance propriamente dita são controversos na literatura.

Configura por constante estímulo mecânico de vibração caracterizado por movimento oscilatório, no qual a intensidade varia de acordo com a freqüência, amplitude e magnitude do movimento gerado.

Seu diferencial é um trabalho funcional, ou seja, os movimentos são semelhantes aos necessários no nocotidiano e trabalhando o corpo como um todo, musculaturas agonistas e antagonistas do movimento a ser executado, favorecendo o equilíbrio, coordenação, mas ATENÇÃO: é complementar ao treinamento aeróbio, de força, e flexibidade, não podendo substituí-lo!

 Quem pode usar o equipamento?

 

       Atletas, desportistas de fim-de-semana, pessoas de todas as idades, pacientes com Alzheimer e Parkinson. As aplicações também servem para reabilitação pós-cirúrgica, recuperação de lesões desportivas, pré-operatório, drenagem linfática, pós parto e tratamento contra a esclerose múltipla.


Quem não deve usar o equipamento?

 

Existem algumas contra-indicações devido ao constantes estímulos mecânicos caracterizado por movimento oscilatório, algumas nem foram comprovadas que são contra-indicações, mas nenhum estudo também comprovara o contrário, como: epilepsia, diabetes grave, doenças vasculares ou cardíacas graves, pessoas com marca-passo, hérnias, discopatias, espondilose, artrite reumatóide, colocação recente de próteses metálicas, tumores, inflamações recentes, feridas recentes derivadas de cirurgia e gravidez.

Explicação fisiológica do Power Plate

Os músculos esqueléticos são compostos,dentre outros receptores, por fusos musculares (receptores de estiramento) quesão sensíveis a mudanças no comprimento das fibras musculares. O estímulo vibratório induz repetidas alterações no comprimento das fibras musculares, o que aumenta a taxa de disparo das fibras sensitivas(aferentes) do tipo Ia com conseqüente excitação dos neurônios motores á. Deste modo, ocorre a contração de unidades motoras homônimas, causando o fenômeno conhecido como reflexo tônico de vibração; a resposta tônica reflexa da vibração está relacionada a muitos fatores como a freqüência de vibração, o nível de pré-contração muscular, a posição do segmento, além do tipo e do local de aplicação do estímulo vibratório.

O fato da musculatura se contrair e relaxar involuntariamente 30 a 50 vezes por segundo em resposta a uma vibração que é ajustável em frequência, duração e amplitude, faz com que os músculos estimulados o sejam quase a 100% - aspecto funcional - além de serem trabalhados de forma muito menos arriscada e estressante, sem impactos,visto que, a princípio, não há movimentos voluntários. Como é sabido, a produção de hormônios regenerativos essenciais à recuperação que se segue à realização de exercício físico é diretamente proporcional à intensidade do esforço realizado, portanto,como são quase 100% de fibras musculares solicitadas, há maior liberação de hormônios relacionados ao exercício. A estimulação vibracional pode provocar um aumento de 460% na produção de Hormônio do Crescimento (HGH), de 7% de testosterona, uma redução de 32% na produção de cortisol (hormona associada ao stress) e a libertação natural de endorfinas, neurotrofinas e serotonina (hormonas associadas ao bem estar físico e mental) a seguir a apenas um treino (European Journal of Applied Physiology. 2000 Apr; 81(6):449-54), hormônio este responsável pela aceleração do metabolismo e força óssea, mostrando que a plataforma vibratória acelera o metabolismo após seu uso e ainda previne degeneração óssea.

Benefícios proporcionados pela plataforma Vibratória:

  • Melhora do tônus muscular
  • Combate à celulite – drenagem linfática
  • Aumento da circulação sanguínea
  • Acelera o metabolismo após sua utilização
  • Melhora o funcionamento do Sistema Digestivo
  • Aumento de Coordenação
  • Aumento de equilíbrio
  • Ausência de impacto
  • Previne a osteoporose, combate o reumatismo e doenças articulares e ósseas
  • Programas de reabilitação
  • Potencia os resultados do treino convencional
  • Programa para atletas, pelo aumento de potência, equilíbrio, coordenação e reabilitação
  • Serve também como massagem e pode diminuir a dor nas costas (através da estimulação dos músculos extensores da coluna vertebral)

 Duração da aula:

São no máximo 30min por sessão alternando as freqüência e amplitude de vibração porque altas freqüências e amplitudes de vibração associadas à exposição crônica por longos períodos de tempo causam danos importantes aos nervos periféricos, vasos sanguíneos e articulações(HALLAL,C.Z. 2010). Tempos de estimulação maiores de 30min por dia com grandes amplitudes e velocidades podem causar traumas neurológicos pela intensa exposição a vibrações.


Tipos de exercícios:

Geralmente trabalha-se com isometria, que é a ausência de movimento, alternando a duração e freqüência das descargas. Contudo, existe outra opção para treinamento de atletas e pessoas mais treinadas e avançadas: pode-se realizar movimentos, além de colocar também sobrecarga adicional, como halteres, Barras de ferro, anilha, caneleira,bola suíça,etc.

Existem diversas possibilidades de exercício e pode ter um grau de dificuldade extremamente alto. Ficou interessado?!Procure a orientação de um profissional qualificado!

Quaisquer dúvidas ou sugestões, mande email:

ufrj@raquelreispersonal.com

 

Bibliografia:

Revisão de literatura:

Batista MAB et al. Efeitos do Treinamento com Plataformas Vibratórias R. bras. Ci. e Mov. 2007; 15(3): 103-113

Hallal CZ O uso da vibração como método auxiliar no treinamento de capacidades físicas: uma revisão da literatura Motriz, Rio Claro, v.16 n.2 p.527-533, abr./jun. 2010

Verschueren, SMP et al.
Efeito do Treino de Vibração de Corpo Inteiro durante 6 Meses na Densidade da Anca, Força Muscular e Controlo Postural das Mulheres Pós Menopausa JOURNAL OF BONE AND MINERAL RESEARCH Volume 19, Número 3, 2004

 

Todos os direitos reservados.

" Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta vitória que vence o mundo: a nossa fé." ( 1Jo 5:4)

  Site Map